Um lugar onde as leis da física tempo não se aplicam. Parece a introdução de alguma ficção científica, mas é apenas a visão de para o amor. No vídeo da canção “Bones”, um homem e uma mulher dançam como se fossem um só, como se dois corpos pudessem ocupar o mesmo espaço. O clipe dirigido por Antonio Trillo é o pano de fundo para a canção performada por Ryan Karazija em um dueto com a cantora islandesa Jófriđur Ákadottir.
Esse não-lugar escuro onde a ocorre representa memórias de uma paixão antiga, que não foi superada. A foi inspirada por um relacionamento e foi escrita durante o mês que Ryan passou na Cidade do México. Desta forma, é justo que a gravação tenha sido realizada no país, utilizando o talento de bailarinos de uma equipe quase inteiramente mexicana. A nação também é refletida no figurino e na dança, inspirada na Revolução Mexicana, ocorrida no início do século XX. Os corpos dos bailarinos Dalia Xiohcoatl e Miguél Pérezem reagem a cada palavra cantada por Ryan e Jófriđur, transformando em movimento cada emoção.
A poética da imagem é utilizada largamente pelo diretor, seja ao mudar a velocidade dos movimentos para mais rápido ou lento, ou ao retratar a queda das personagens de forma romântica. A beleza está nos elementos visuais que se completam quando unidos à dança e à música. A produção foi realizada pelo selo latino americano Pedro Y El Lobo Records, em parceria com Pause & Play, Bolt Stage e Clark Camera Cinema.
Low Roar é o projeto musical de Ryan Karazija, um americano da Califórnia, filho de uma mexicana com um lituano, atualmente radicado na Polônia. Essa diversidade de culturas, línguas e influências enriquece o trabalho do compositor. Em “Bones”, Ryan versa sobre o fim de um relacionamento e sobre o querer estar junto e não poder. Na melodia, o piano delicado dança com a voz angelical de Jófríður Ákadóttir (JFDR, Samaris), completando a harmonia.
O single faz parte de “Once in a Long, Long While”, seu terceiro trabalho de estúdio e sucessor de um EP e de um disco , lançados em 2015. De lá para cá, foi uma longa jornada, passando por mudanças de vida em vários países. Essas influências diversas povoam a atmosfera densa do novo disco.

“Bones” foi o primeiro single do álbum. Assista o clipe: