Com um estilo musical próprio, influenciado por grandes nomes do mundial, do lendário ou moderno, o GAMP surge como nome forte do pop/rock mineiro. Formada por Vinícius Carossi, Bidu Dequech, Matheus Ribeiro, Euclydes Bomfim e Lucas Bastos, em 2014 lançaram o álbum Keep Rockin’ pela Som Livre e desde então, emplacaram dois hits nas rádios de todo o país.

No final de 2016, lançam o EP “GAMP” que, aos poucos, está ganhando notoriedade. Com direção artística de Rick Bonadio, produção musical de Fernando Prado, Cris Simões e Rick Bonadio e gravado no Midas Studio em , o EP traz 3 faixas inéditas e um pop/rock reformulado em relação aos trabalhos anteriores, mais atento ao que há de moderno e original.

Conversamos com a banda mineira, GAMP sobre seu novo EP O Gabriel Lucas - #OGL

A faixa “Previsão do Tempo” traz influências de Coldplay, Muse, Imagine Dragons e The Killers; “Tarde Demais” é embalada em uma guitarra pesada e arrematada em cozinha baixo-bateria; um loop eletrônico acontece em “Forte e Feliz” e, na mesma linha baladeira, “Sanidade” alia elementos de pop vocal e riff de guitarra com a timbragem estalando.

Conversamos um pouco com banda sobre o EP “GAMP” e sobre o processo de criação das músicas.

OGL: Poderia nos contar um pouco sobre como foi o inicio de cada um de vocês no mercado musical?

R.: Matheus, Bidu e Kido já faziam parte de outra desde 2008. O que começou como diversão, aos poucos foi virando amadurecimento como músicos, que passaram a criar maior interesse no mercado da . Com a troca de dois integrantes, chegamos à atual formação da banda, com a qual pretendemos atingir todo o Brasil com um som de qualidade e contagiante.

OGL: Quais são suas principais influências do mundo musical nos dias de hoje?

R.: Tentamos buscar influência em todo tipo de música boa. Nossas composições têm influência óbvia do bom e velho rock, mas sempre com a cabeça no que pode contribuir de maneira positiva no som. Ritmos do pop, com elementos eletrônicos têm sido bastante presentes, e estamos muito satisfeitos com o resultado.

OGL: Como surge as ideias de compor as músicas de vocês? Por serem uma banda vocês encontram algum problema durante o processo de criação de uma canção ou na escolha das músicas que irão cantar?

R.: Nossas composições começam sempre com a ideia de algum dos integrantes da banda, geralmente Matheus ou Carossi. Eles trazem isso para os ensaios e a banda como um todo tenta contribuir para completar a ideia geral da música, como ritmos e riffs. Feito isso, podemos desenvolver a letra e as partes que completam a música.

OGL: De onde veio a ideia da música “Previsão do Tempo”?

R.: A música “Previsão do Tempo” não é composição nossa, e sim do parceiro Pedro Brandão. Enquanto estávamos no processo de escolha das músicas que fariam parte desse EP, sentimos a necessidade de trazer algum material de fora, com estilo um pouco diferente do que tínhamos. O pessoal do Midas Studios nos mostrou um rascunho dessa música, e achamos que seria perfeita pra completar o repertório. E, de fato, foi!

OGL: Sabemos que não é fácil entrar no mercado musical e já fazer sucesso ou ganhar um certo reconhecimento, o que vocês falariam para quem está começando agora?

R.: Primeiramente, é importante dizer que temos consciência de que temos ainda muito a trabalhar para atingir nosso objetivo e as conquistas já atingidas nos servem de motivação para continuar na luta. Pra quem está começando agora, e tem convicção de que é isso que se quer, deixamos a dica: trabalhe com seriedade, dedicação e motivação, que tudo vai valer a pena!

OGL: Das músicas do EP, qual delas é a preferida de cada um de vocês e porque?

R.: KIDO: A minha musica preferida é Tarde Demais. Por ser a musica mais pesada, com a pegada mais rock ‘n roll do EP e um refrão muito marcante.
LUCÃO: Tarde Demais é a minha favorita. Porque ela tem uma energia contagiante e arranjos diferentes dos habituais usadas em outras canções.
BIDU: Minha música preferida do novo EP é Previsão do . Gosto muito das variações de clima durante toda a música, além do refrão com uma energia ótima, tanto na versão gravada quanto em shows.
MATHEUS: Previsão do Tempo carrega uma energia única. Envolvente desde o ritmo até a letra. Fácil de cantar. Fácil de dançar.
CAROSSI: Como o EP é versátil, a favorita do momento fica mudando constantemente. Atualmente, tenho gostado muito da Forte e Feliz por ter um diálogo com um universo musical que não havíamos ainda habitado.

OGL: Na música “Forte e Feliz” podemos notar uma segunda pessoa sendo insinuada, essa pessoa é verdadeira ou simplesmente é fictícia? (Conta pra gente)

R.: Ficamos muito felizes pela atenção aos detalhes! Como todo artista, gostamos sempre de deixar a abertura da interpretação para quem está escutando, sabe? A riqueza da arte, ao nosso ver, está justamente nisso: as multifacetas que podem ser atribuídas ao mesmo trecho em momentos diferentes, dependendo da perspectiva de quem interpreta. Mas como vocês pediram: essa música representa um momento muito importante na vida de um dos integrantes. É o máximo que podemos entregar…

OGL: Quais são seus principais planos/metas para 2017? E para daqui uns 3 anos?

R.: A principal meta pra 2017 é fazer o maior número de shows possível, espalhando nossa música e nossa energia para o máximo de pessoas possível. Com isso temos certeza de que só teremos bons frutos a colher no futuro. Em 3 anos esperamos estar colhendo esses frutos, podendo viver da música e nos renovar a cada novo trabalho. Isso seria fantástico!

OGL: Qual foi o momento mais difícil que vocês passaram nessa caminhada até aqui (no mercado musical)?

R.: Conseguir abrir portas com as nossas musicas. Não é nada fácil ter que convencer os contratantes e rádios de que temos qualidade. Precisamos de oportunidades.

OGL: 10. Agora para finalizar, vamos fazer um bate e volta, Perguntamos algo e vocês respondem rapidamente.

1. Música para você é? Harmonia, ritmo e melodia da alma.
2. Uma influência: Rock n’ roll dos anos 80
3. Uma música: Kashmir, Led Zeppelin
4. Um Filme: Forrest Gump
5. Uma Série: Game of Thrones
6. Uma reflexão: Viva o presente
7. Um Sonho: Alcançar o sucesso na música
8. Uma conquista: Tocar em mais de 400 rádios no Brasil inteiro.


E por aqui finalizamos mais uma entrevista, e ai, quem você gostaria de ver na próxima? Deixa ai nos comentários!