Você! Sim, você mesmo, que está lendo esse texto! Você, alguma vez, já ficou com medo ou preocupado com alguma mudança?

Sim, ou com certeza?
E se eu te disser, que pode ficar tranquilo? Respira!

Seja mudar de casa, de escola, de faculdade, de emprego, ou mesmo pensar em mudar ou acabar com relacionamentos familiares, amorosos ou amizades que não estão dando certo, nós ficamos apavorados. Em pânico. A gente grita, Esperneia. E chora, muito. Ouvir músicas e playlists de bad para se afundar mais ainda? Claro. 

Mas, dando uma olhada por aí, reparei que nós não sofremos pela possível mudança. Nós sofremos por medo do fracasso.
É o medo de sair da bolha de conforto e dar a cara a tapa pro mundo.
É o medo de sair de um relacionamento de anos e ser encarada como a mal amada.
É o medo de mudar de escola, e ficar sem amigos.
É o medo de mudar de curso da faculdade, e de não funcionar de novo.
É o medo de sair do trabalho que não está dando certo, e ser visto como vagabundo.
Temos medo de um futuro incerto e por isso nos prendemos no presente, um presente não tão bom assim, mas um presente que está andando. Acomodados.

MUDE!

Por mais que uma mudança pequena ou mudanças drásticas sejam transições difíceis, é uma transição para o melhor. Gente! toma um chá, escuta uma música e dá uma meditada…. Escreva um textão e apague, escreva uma carta e jogue fora. Quando você estiver pronto, vai lá e faz! Faça, que a sua bolha de conforto e a espera nunca vão fazer nada por você.

E seja um camaleão! mude se estiver ruim, se ficar pior, mude de novo. mas lute sempre para arrumar as coisinhas erradas.

um beijo, Aline.