O amor é mais que um acaso. Mais que um destino. É uma escolha.

Resultado de imagem para kelly hamisoMorgenstern, narrado em terceira pessoa, nos conta a história de Sarah, uma vaidosa garota de 23 anos, dedicada a qualquer mínimo esforço para se tornar alguém na vida. Ela divide o seu tempo entre ajudar a mãe no carrinho de vendas de cachorro-quente, a faculdade de fisioterapia, e ao pai cadeirante e totalmente dependente dela. Desde o acidente do pai, ela decidida, dedica toda sua atenção à ele e diz não ter tempo para relacionamentos.

Andreas, um amigo de faculdade da moça, charmoso e insistente, é completamente apaixonado por Sarah. Mesmo todos afirmando que ambos fariam um ótimo casal e que Andreas é o cara ideal para ela, o que a garota sente por ele não passa de um carinho bondoso em relação a amizade deles. Ela, por outro lado, está paciente à espera do homem que fará a diferença em sua vida, o que chega nem perto de ser o amigo.

Até que uma inesperada visita a uma academia, muda bruscamente o mundo de Sarah. Ao conhecer um famoso campeão de MMA, Hans Scheidemann (~suspiro~) – a Muralha Alemã -, bastou uma troca de olhares foi para despertar todas as emoções dentro dela. Apesar da fama, Hans tem um ar misterioso e como qualquer outra pessoa, tem seus segredos, capazes de colocar a garota em perigo. Mas, o desejo de Sarah é inevitável e ela está disposta a se arriscar pelo o lutador.

 “ Quais segredos escondem esses olhos?”

Certo dia, sua melhor amiga, Gil, convida uma vidente em seu apartamento e Sarah presencia o encontro, e descobre que tem um dom especial – que aparece conforme a narrativa se desenvolve – ela faz parte das Estrelas da Manhã. Um grupo de mulheres que tem visões do futuro e a missão de não serem extintas, para que assim, possam manter o equilíbrio do mundo. Ela então se recusa acreditar, mas precisa aceitá-lo para que possa entender o que prevê.

“ Um bom cobertor de orelhas nos faz sentir vivos, velho amigo. Por que quando a velhice realmente chegar, tudo que você julga importante agora não passará a ser mera lembrança. Já o amor, campeão, ele é eterno, não envelhece e nos faz sentir verdadeiramente vivos. Deus nos fez de amor. Não podemos passar a vida vazios desse sentimento”

E então muitas reviravoltas acontecem, umas fazem parte do destino, outras será Sarah que vai decidir se vão acontecer ou não.

A autora, Kelly Hamiso, me conquistou.  A cada capítulo me senti envolvida com todos os personagens e seus dramas. Todos eles são harmoniosos, exceto o pai de Sarah, que chega a ser um pouco importuno. Algo que me animou foi saber que o local narrado é a cidade vizinha de onde moro. De início, tive um choque ao ler, pois faz muito tempo que eu não leio algo narrado em terceira pessoa. Mas, ao passar das páginas, me empolguei e dei várias olhadelas curiosas nos últimos capítulos. Mal podia esperar pelo o que o final guardava.

Resenha do livro Morgenstern por Kelly Hamiso

Imagem de Autoria do Blog OGL

O gênero do livro é New Adult, e a leitura é muito agradável e compreensível. A ideia da autora, foi simplesmente genial, algo que eu nunca imaginei em ler. Acreditei que seria apenas mais um romance, mas este, é um livro que ficará marcado na minha lista de prediletos.

Parabenizo a autora pela a escrita peculiar e não arrastada e a ideia nada clichê ou previsível. Também ao modo como ela desenvolveu a narrativa, e a toda equipe que junto a ela, tornou este livro realidade. Outro destaque, é a capa fosca, simplesmente linda.

Gostaria de ler este livro ou já leu? Adoraríamos saber o que achou! 🙂