Theodore Finch é um adolescente considerado como “o esquisitão” da escola, ele além de sofrer bullying, tem um pai violento e mora com a mãe e as duas irmãs. Kate é a irmã mais velha e Decca a caçula. Além desses problemas Finch ainda é suicida. Violet é o tipo de garota popular na escola, ou pelo menos, era. Após sofrer um acidente de carro do qual a irmã não sobreviveu ela ficou totalmente traumatizada pelo ocorrido e se sentia culpada pela morte da irmã.

Ela está contando os dias para o colegial acabar e ela poder ir embora de vez da cidade onde ela vive. E risca um “x” preto ao final de cada dia no calendário.

Os dois se conhecem em uma situação um tanto incomum, quando ambos tiveram a ideia de subir na torre do sino da escola para cometer suicídio. Finch está começando a falar para chamar a atenção dos alunos que andam pelo pátio quando vê alguém apontando para o seu lado, ao olhar ele percebe que uma menina também está lá em cima. Ele nota que já a viu na escola, e então resolve fazer uma cena para parecer que ela o está salvando. Quando os dois descem de lá, a menina, que é Violet, fica conhecida como a heroína da escola.

Finch começa a se apaixonar por Violet depois desse acontecimento, porém, Violet não dá muita atenção pra ele. Tudo muda quando Finch sugere ao professor de geografia que ao invés de somente aprender sobre a cidade em que mora eles também pudessem visitar esses lugares, o professor concorda e passa isso como um trabalho em dupla. Finch sem perguntar, e até mesmo sem querer a resposta diz que fará dupla com Violet. Ela aceita relutante, mas depois de muita insistência de Finch ela enfim concorda. Os dois então começam a grande aventura, pelos lugares incríveis de Indiana, onde vão descobrir mais de si mesmo e um do outro, e também as maravilhas que sempre estiveram bem perto deles.

Nesse livro Jennifer Niven fala sobre assuntos delicados que infelizmente estão presente em nosso dia a dia. Apesar de serem assuntos que exijam cautela na hora de serem discutidos, a autora soube tratá-los de forma leve e sensata, de modo que o leitor consiga compreender a mensagem que o livro pretende passar. O que também influencia na leitura é a narrativa dos personagens por ser narrada pelos protagonistas e mostrar o ponto de vista de cada um, o que torna a leitura fácil e rápida nos prendendo facilmente no enredo da história.

O livro nos dá uma percepção de como a pessoa que sofre de depressão se sente, e também enfatiza algumas causas dessa doença. Fala também sobre a aceitação de perdas de ente familiares e sobre o bullying, que também pode ser um dos fatores que levam a depressão.

A mensagem passada pela história é inspiradora, se você sofre com esses problemas ou problemas parecidos, vale a pena ler “Por Lugares Incríveis”.


Por Lugares Incríveis Book Cover Por Lugares Incríveis
Jennifer Niven
Juvenile Fiction
Seguinte
2015
336

Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.