Sejamos Todos Feministas


Sejamos Todos Feministas O Gabriel Lucas - #OGL

A resenha hoje é bem rápida, sobre um bem pequeno com um assunto muito comentado principalmente no universo feminino. Muitos sabem que não sou o tipo de pessoa que aprecia muito ebooks, mas tenho que confessar que quando baixei esse no APP Kobo do meu Windows Phone. Resolvi ler esse livro por se tratar de um assunto um pouco “polêmico” e que muitos dizem saber o que é mas na realidade não sabem.

Após diversos feedbacks positivos que ouvi e li sobre esse livro e diversas indicações de booktubers e Blogueiros referentes a este livro, fizeram com que eu quebrasse meu preconceito com o universo dos ebooks e desse um jeito de ler “Sejamos Todos Feministas”. Preciso confessar que não me arrependi nem um pouco de ter dedicado menos de 1 hora para lê-lo todo.

Embora eu seja homem, achei super interessante o assunto abordado no texto/documentário, aqui nos deparamos com fatos que são comuns na Nigéria, mas se analisarmos bem os fatos isso ainda ocorre com frequência em alguns cantos do nosso Brasil, aqui nos deparamos com desigualdade salarial e limitações que o povo (homens) tem mania de impor se colocando superior as mulheres.

“Decidi falar sobre o feminismo porque é uma questão que me toca especialmente. Suspeitei que não seria um assunto muito popular, mas pensei que poderia começar um diálogo necessário. (…) No fim, a aclamação da plateia, com todos de pé, me deu esperanças.”

Por se tratar de uma espécie de é normal que antes de lermos, pensarmos que o mesmo será meio tedioso e chato, mas isso é diferente com “Sejamos Todos Feministas”, a autora sabe envolver-nos no que ela está falando e isso acaba que nos deixando presos a leitura. Aqui nos deparamos com o modo ao qual as mulheres são tratadas pelo chamados “Machistas” e ainda entendemos o porque muitas que são tratadas de certa forma preferem ficar em silêncio.

“Decidi me tornar uma “feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens”.

O post de hoje não foi bem uma resenha, mas sim, mais um resumão do que o livro em questão aborda e uma indicação para que todos pudessem entender mais sobre o assunto. Independente de você ser Homem ou Mulher a leitura do documentário ou o próprio vídeo será de suma importância para você e seus conhecimentos. Antes de se intitular uma pessoa Feminista ou Machista entenda o conceito de ambas as palavras.

Sejamos Todos Feministas O Gabriel Lucas - #OGL Sejamos Todos Feministas
Chimamanda Ngozi Adiche
Documentário

Ebook
36
Sejamos Todos Feministas O Gabriel Lucas - #OGL

O que significa ser feminista no século XXI? Por que o feminismo é essencial para libertar homens e mulheres? Eis as questões que estão no cerne de , ensaio da premiada autora de Americanah e Meio sol amarelo."A questão de gênero é importante em qualquer canto do mundo. É importante que comecemos a planejar e sonhar um mundo diferente. Um mundo mais justo. Um mundo de homens mais felizes e mulheres mais felizes, mais autênticos consigo mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos criar nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos criar nossos filhos de uma maneira diferente."Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente da primeira vez em que a chamaram de feminista. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. “Não era um elogio. Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: ‘Você apoia o terrorismo!’”. Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e — em resposta àqueles que lhe diziam que feministas são infelizes porque nunca se casaram, que são “anti-africanas”, que odeiam homens e maquiagem — começou a se intitular uma “feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens”.Neste ensaio agudo, sagaz e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para pensar o que ainda precisa ser feito de modo que as meninas não anulem mais sua personalidade para ser como esperam que sejam, e os meninos se sintam livres para crescer sem ter que se enquadrar nos estereótipos de masculinidade. Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé.

Gabriel
Olá, me chamo Gabriel Lucas, tenho 20 anos e sou o criador deste cantinho doido aqui (Clica ali no Sobre, pra me conhecer melhor). Eu sou uma pessoa bem eclética, Positive Vibes, as vezes tímido e as vezes meio doido (Risos!). Se quiser conversar e me conhecer mais, é só me chamar em qualquer rede social abaixo, email ou até mesmo nos comentários de qualquer post.

Sejamos Todos Feministas

LOGIN

Don't have an account?
Faça Parte

Nova Senha

Back to
LOGIN

Faça Parte

Back to
LOGIN