A algumas semanas atrás recebemos um exemplar de “Todos de Pé Para Perry Cook”, um livro que promete ser tão bom quanto “O Menino do Pijama Listrado” e “Extraordinário”, embora eu não tenha lido nenhum dos 2 agora mencionados, assisti ao filme “O Menino do Pijama Listrado” e gostei bastante.

Mas vamos ao livro! Que embora não seja meu gênero favorito, ele simplesmente me deixou surpreso!

Perry Cook é um garoto de apenas 11 anos que nasceu, foi criado e até então reside em um presídio de segurança mínima em Surprise, Nebraska.

Você deve estar ai se perguntando, como uma criança é criada em um presídio?

Bom isso foi possível sob a permissão da Diretora na penitenciária (presídio), onde a mãe de Perry, Jéssica Cook se encontra a exatos 12 anos. Ele pode até ter sido criado e crescido ali naquele ambiente bem atípico para uma criança, mas isso não foi motivo dele ficar dispensado de atividades e deveres para tais.

Ele tinha todos os deverem que uma criança qualquer, só que também tinha alguns limites, os quais Perry sabia muito bem quais eram. Ele ia a escola todos os dias, tinha hora para acordar, para dormir, deveres de casa, horários para comer e de diversão também.

É claro que algumas coisas tiveram de ser adaptadas para ele, como por exemplo as suas festas de aniversário (que eram improvisadas ali dentro pelos próprios presidiários), seu convívio social, assim digamos, era com pessoas adultas, já que ali só residiam adultos que foram condenados por seus devidos crimes. Encontrar com amigos fora do horário de aula, era algo que fora vetado, já que seria impróprio por se tratar de um presídio.

Leitura nova 😍

A post shared by Gabriel Lucas – #OGL (@oarapuka) on

Mas embora Perry tivesse uma rotina bem simples em comparação com a de demais crianças, essa o deixava feliz. Todos os dias quando acorda, Perry faz o seu habitual toque “Todos de pé para Perry Cook”.

– Bom dia. Aqui é o Perry no nascer do sol. Hoje é segunda-feira, doze de setembro. Se vocês quiserem saber como eu dormi, bem, eu não dormi. – Eu paro para respirar, e solto um suspiro profundo. – Não sei o que vocês vão comer no café da manhã. Também não sei o que eu vou comer no café da manhã.

Jéssica Cook, mãe de Perry, está presa a exatos 12 anos e descobriu a sua gravidez á 11 e por sorte e autorização da Diretora, conseguiu criar seu filho até então ali. Sua saída daquele lugar estava bem próxima se não fosse por 2 notícias (uma leviana e outra nem tanto assim).

  1. Sua audiência para a liberdade condicional havia sido adiada;
  2. Perry será retirado da penitenciária, com a justificativa de que aquele não era um local adequado para se criar uma criança;

O que nos faz perguntar: Porque logo agora? Porque não o tiraram antes? Como Perry irá se adaptar?

Reading Book "All Rise For The Honorable Perry T. Cook" by Leslie Connor

A post shared by Gabriel Lucas – #OGL (@oarapuka) on

Obrigado a viver em uma nova realidade Perry passa a morar na casa do Promotor VanLeer que por mais incrível que possa parecer, é padrasto de sua melhor amiga Zoey e também é o responsável por estar dificultando a liberdade condicional de sua mãe. Cara chato esse né?!

O fato de Perry ter que se afastar de sua mãe faz com que sentimos junto a ele o sofrimento que é ter de visitá-las aos sábados, mas não a ter todos os dias como antes.

Os personagens foram muito bem desenvolvidos, e vale ressaltar que foi uma ótima ideia o fato da autora ter mostrado o sistema prisional através do olhar de uma criança.

Perry embora seja uma criança bastante adulta, em alguns momentos da história podemos notar que ele tem um lado frágil (mas quem não tem? E ainda mais na posição dele), onde se vê um completo estranho na família VanLeer.

O livro todo aborda mais a história de Perry Cook, portanto pode ser que fique um pouco confuso o lado de sua mãe.

Todos de pé para Perry Cook

É sem sombra de dúvidas um livro que vai arrancar lágrimas até mesmo de quem tem um coração um pouco duro. Digo isso pois a história de Perry Cook realmente me emocionou e eu super recomendo a leitura de/para todos.

Eai, já leu “Todos de pé para Perry Cook”? O que achou? Se ainda não, o que espera?
Todos de pé para Perry Cook Book Cover Todos de pé para Perry Cook
Leslie Connor
Fiction
HarperCollins Brasil
February 10, 2017
288

“Com personagens memoráveis e uma história de perseverança e redenção, Todos de pé para Perry Cook é belo e inspirador.” — School library journal “Inovador e tocante. Bem-escrito, cativante, maravilhoso.” — Kirkus Reviews Perry T. Cook tem 11 anos e mora numa prisão. Mas não deveria; ele não cometeu crime algum Perry Cook, aos 11 anos, só conheceu uma casa: o Instituto Penal Misto Blue River. Mas apesar de ter nascido e sido criado em uma penitenciária, ele não deseja viver em nenhum outro lugar; lá ele tem a mãe, a benevolente diretora e um grupo de prisioneiros divertidos e bondosos que lhe ensinam lições valiosas todos os dias. Quando, porém, o novo promotor descobre a permanência irregular de Perry em Blue River, ele resolve libertar o menino, mesmo contra a vontade dele. Em sua jornada para se reunir com a mãe, Perry vai mergulhar não só em uma investigação sobre o crime que a levou à prisão mas também em uma jornada emocionante e divertida, perfeita para fãs de Extraordinário e O menino do pijama listrado.