O livro Traços, primeiro romance de , youtuber dono do canal Perdido nos livros, no qual ele expõe suas opiniões e grava vídeos sobre seus livros favoritos, é narrado por Matheus, melhor amigo de Beatriz.

Matheus ama quadrinhos e tudo relacionado ao mundo nerd, e é convencido por Beatriz à acompanhá-la em uma das festas da escola. Parecia que ia tudo bem, tudo bom, até que eles vão parar na casa de Fernanda, uma pseudo-gótica e bruxa, namorada do melhor amigo de Matheus.

Envolvidos em um ritual místico meio duvidoso, Beatriz recebe uma resposta de que o seu destino não está na cidadezinha do interior onde vivem. A menina leva o resultado a sério e resolve fugir para seu destino, com uma mochila nas costas e alguns trocados no bolso. Matheus, que achava a ideia bem doida, mas que não queria deixar a amiga correr riscos sozinha (amiga pela qual, ele nutria uma forte paixão)  toma uma decisão super prudente: aceita realizar o plano louco de fuga com ela.

 

O livro tem uma pegada muito romance adolescente, honrando o gênero Young adult (Jovem-adulto), com alguns elementos glee (que é, por sinal, a série favorita so autor) uma narrativa bem leve e fácil, e cheio de referências pop e nerds.
Por mais que o trama siga uma fórmula bem adolescente, por horas clichê, quando o leitor acha que alguma coisa iria acontecer de certa forma e que já tinha desvendado a inteira, algo totalmente diferente acontece, e você fica, literalmente, com a cara no chão. Principalmente no final, que trás consigo uma lição bem bonita.
Tenho que dizer que não gostei tanto assim do math e da bia, às vezes eu queria dar um tapa em cada um!
Mas o cenário divertido e a ansiedade pelo final compensa e justifica o comportamento irracional dos dois personagens em algumas partes da história.

A única coisa que não me agradou tanto assim foi a narrativa, que inicialmente me pareceu um tanto insegura e os termos e palavras utilizados pareciam meio “forçados”, distantes do natural, não sendo a forma de linguagem que um adolescente usaria para falar, coisa que também se repetiu nos diálogos.

Porém, o cenário é muito bem descrito e de certa forma confortante, um cenário real e conhecido, e a trama parece algo que poderia acontecer comigo, com sua amiga ou com algum primo.

Confira também a resenha em vídeo:

Resenha: Traços - Eduardo Cilto, por Aline Munhoz O Gabriel Lucas - #OGL Traços
Eduardo Cilto
Young adult
Outro planeta
272
Resenha: Traços - Eduardo Cilto, por Aline Munhoz O Gabriel Lucas - #OGL

Quando Matheus aceitou acompanhar Beatriz na festa do colégio, jamais imaginou que terminaria a noite participando de um ritual místico (de veracidade duvidosa) para saber o que o futuro reservava para ele e a amiga. Assim que as velas que os cercavam se apagam e uma resposta esquisita encerra a cerimônia, Beatriz leva o resultado a sério e entende que deve fugir da cidade pequena para se encontrar com seu destino nas ruas da capital de São Paulo. Perdido no meio de tudo, Matheus é obrigado a repensar o que considera certo ou errado quando é convidado para participar do plano maluco de fuga e decide que precisa passar por cima dos limites impostos pelos pais para finalmente ser capaz de entender quem realmente é. Os dois amigos partem sozinhos para São Paulo e carregam consigo não somente as malas nas costas, mas também o peso de todos os problemas que achavam que estavam deixando para trás. Sem ter ideia do que estão enfrentando, Matheus e Beatriz descobrem mais sobre si mesmos, criam, quebram laços e encaram desafios que jamais pensaram que confrontariam enquanto contavam as moedas para realizar esse grande plano que iria mudar suas vidas para sempre.

“De um momento para o outro, quando menos se espera, Eduardo, autor de mão cheia, tira o fôlego da gente. Um livro cheio de reviravoltas e com final surpreendente.” .